Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Dia 16: custa voltar aos eixos

por Perseide, em 12.06.12

Estes dois dias têm sido mais complicados de seguir... Terá sido por ter abusado dos hidratos de carbono no fim-de-semana?
Já estava a gostar de voltar a comer de tudo... E de repente, regresso às Proteínas & Cia Lda!
Mas não é por isso que vou ceder à tentação! I can!
Quando a fome aperta há umas cenourinhas, fiambre de peru, queijinhos e outras coisas boas com que matar a fome!

Almoço: Salsichas enroladas em couve lombarda (receita do dia 3)
Esta foi uma das receitas que deixei para mais tarde porque achava bastante simples e rápida. Não tinha couve lombarda em casa pelo que usei folhas de repolho. Não façam isto...
O resultado não é de todo o mesmo!As folhas de repolho ficaram bastante duras (mesmo após as ter cozinhado previamente alguns minutos)....
Fica a nota para tentar de novo, mais tarde e com os ingredientes correctos.

                 
                  Enrolados de salsicha - Imagem retirada da internet

Jantar: Bacalhau na broa

De nome traiçoeiro, a verdade é que a receita tem de ser adaptada… sem a broa!
Tudo em prol de um prato saboroso, sem quebrar as regras.
Não conhecia o prato original e apreciei bastante a mistura do bacalhau com a cebola e os espinafres que é sugerida no livro!
Contudo, e apesar do sal e da pimenta, acho que falta um temperozinho para sublimar o sabor.
Sugestões para um prato destes? Salsa, louro, estragão talvez? 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:43

Dia 15: olá fruta e sopa!

por Perseide, em 12.06.12

Hoje começa a 2ª fase da dieta!! 
Isso significa que posso começar a comer fruta e sopa… muito moderadamente. No entanto, como só é permitida uma peça de fruta por dia - e eu já como uma laranja ao pequeno-almoço - não noto uma grande alteração a esse respeito (será que fiz mal?).
E o que vai saber mesmo bem é redescobrir a sopa ao jantar. Só há um senão: nos dias em que jantar sopa, é apenas sopa e gelatina desde as 18h30 até à hora de ir dormir...
(Longe vai o tempo das minhas bolachinhas Maria depois de jantar....)

O dia 15, sendo o meio da dieta, dá direito a pesar e tirar medidas. Porém, visto que abusei demasiado no fim-de-semana resolvi prolongar a 1ª fase mais dois dias e não introduzir já a sopa.

Mas então, em 15 dias de dieta, o que é que eu noto?
Bastantes mudanças para dizer a verdade!
Algumas pessoas, que não me viam há algumas semanas, comentaram que estava mais magra... e eu noto a grande diferença na roupa, mais que no espelho.
Está tudo largo, mesmo largo… vou apertando o cinto e ainda assim sinto-me a boiar no meio das gangas! Acaba por ser desconfortável… É curioso, devia sentir-me feliz por ter emagrecido - e estou, claro - mas ao mesmo tempo a roupa já não assenta tão bem. E como a época é de crise, e porque devo esperar o meu peso estabilizar, não vai haver roupa nova pra ninguém nos próximos 15 dias!
 Pela primeira vez começo a ver os bons resultados de ter guardado algumas peçinhas do tempo em que era mais nova… e mais magra!

E com que deliciosas receitas iniciei esta nova fase? Aquelas que vêem no livro.
Almoço: Miniquiche de salmão, alho-francês e cogumelos.
É bastante simples de fazer e muito saborosa!
Sou suspeita porque adoro os ingredientes, que além disso se combinam muito bem.
Há que ter cuidado para não salgar demasiado os ovos que se juntam à massa, porque o salmão já é salgado de si.
Propõe-se cozer 45 minutos ou até ficar dourada. No meu caso 20 minutos foram demasiado. Convém vigiar para não deixar secar demasiado a massa e manter assim uma textura algo esponjosa e própria de uma quiche!


           
            Quiche - sans pâte au saumon et roquette - Imagem retirada da internet


Jantar: Bife de vaca grelhado com cogumelos cremosos (do dia 12)
Substitui a sopa por esta receita para me privar mais um bocadinho dos hidratos de carbono depois da dose do fim-de-semana.
A receita é deliciosa!
Um bifinho grelhado com cogumelos e espinafres envoltos num molho cremoso... e acompanhados com tomate e orégãos. Em modo de sobremesa ainda juntei uma Coca-cola Zero

É raro beber Coca-cola... nunca percebi o fascínio por essa bebida cheia de gás. Mas já que não há sobremesas e aquilo tem um leve sabor adocicado até calha bem para acompanhar algumas refeições. Além de que nem parece que estamos a fazer dieta!
E com receitas assim, quem se lembra dos hidratos de carbono? 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:13

Dia 12, 13 e 14: asneiras atrás de asneiras

por Perseide, em 08.06.12

Estes três dias foram um desastre.
Não estive em casa, logo não podia controlar bem aquilo que comia, nem estava com vontade de dar explicações a toda a gente sobre a dieta que estou a seguir. 
Então claro... comi de tudo! E além de comer de tudo ainda abusei com uns doçinhos aqui, um pãozinho ali.  Ai ai, agora é que a consciência está pesada! 
Espero que seja só a consciência e a balança não acuse muito mais. Ainda por cima porque está quase aí o dia de voltar a tirar medidas e fazer o primeiro feed-back a sério destes 15 dias!

Mais dificil do que privarmo-nos daquilo que gostamos é fazê-lo quando aqueles que nos rodeiam fazem uma dieta normal. É aquela tentação, aquele petisco ali à nossa frente a piscar-nos o olho, saber que podemos disfrutá-lo.... é dificil resistir, mas é algo que se deve trabalhar.
E eu, pelos vistos ainda tenho muito a desenvolver: comi uma fatia de bolo antes de dormir!!
E ante isto, não há dia da asneira que valha de desculpa.

Comer antes de dormir é dos maiores erros que podemos fazer. E não me digam como a minha mãe que "o corpo está muitas horas sem comida, é preciso!". Claro que queimamos calorias a dormir, mas também queimamos calorias só a respirar... e não é por isso que comemos antes de cada inspiração.

                

Dormir é um estado fisiológico em que o nosso organismo - isso inclui o metabolismo, que usa a energia que ingerimos - é posto em repouso: a nossa temperatura baixa, a respiração torna-se mais lenta, os músculos relaxam... tudo gasta menos calorias!
Como não fazemos nenhum esforço e o corpo usa essas horas para se reestabelecer,  o gasto energético é muito baixo e não há a mínima necessidade de comer. Caso contrário, tudo o que ingerimos será armazenado.
Com isto não quero dizer que se tiver o estômago a queixar-se que o deverá ignorar! Uma coisa é gula e outra é fome
Se lhe apetecer alguma coisa por gula beba um copo de água, pode ser que acalme. Deitar cedo é uma técnica que evita "pecar"
Se tiver mesmo fome beba um copo de leite.
Não deve é cometer o meu erro e comer alimentos muito calóricos. Deixe isso para a manhã seguinte: estará a dormir e nem dará pelo tempo passar. De manhã já poderá comer coisas que lhe dêem mais energia.

Falando do sono, não é raro ver capaz de revistas anunciando a vermelho que dormir emagrece, ou coisas do género.
Primeiro, não gosto de partir do principio que a coisa X, Y ou Z emagrece (Atenção:a alcachofra também não emagrece. É um alimento, por isso vai sempre dar-lhe energia. Então emagrecer 7kg numa semana como prometem alguns anuncios... nem comento!)
Segundo, o que realmente acontece é que se dormimos pouco produzimos mais grelina. A grelina é uma hormona produzida pelo estômago e pâncreas que induz o apetite.
Logo, quando mais grelina -> mais apetite sentimos -> mais comemos! 

Mas já todos sabemos que dormir bem é um dos muitos pontos essenciais de um estilo de vida saudável. Bem em quantidade e em qualidade!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:45

Dia 10: noite de «fast-food»... saudável!

por Perseide, em 06.06.12

A parte mais chata desta dieta é, para mim, a hora dos lanches.
Abdicar dos hidratos de carbono às refeições principais não é grande problema: há uma infinidade de receitas deliciosas e até já o tinha tentado fazer ao jantar.
O problema é comer os lanches propostos fora de casa! Não é prático e além disso a maior parte dos alimentos requer refrigeração – cada vez mais difícil com a subida das temperaturas.
Um dia decidi levar uma gelatina logo pela manhã… quando me apeteceu comê-la estava líquida!
Entretanto tornei-me amiga dos tupperwares pequeninos, do papel de alumínio, dos garfos de sobremesa acompanhados de muita água!
Acabo por não variar muito o lanche da manhã porque o que me dá mais jeito levar são os queijinhos do tipo “mini-babybel” ou “La Vache qui rit” todos em versão light, acompanhados de fiambre de perú, paio do lombo… às vezes também salsichas de aves. Passo-as no grelhador, corto aos pedacinhos e resultam num snack delicioso! Também gosto do queijo fresco com fiambre desfiado e temperado com orégãos. Ou cenoura ralada com o queijo ou o fiambre… enfim, há imensas opções a explorar em função dos gostos de cada um!

Almoço: courgette recheada com salsicha de peru
Este é um dos meus legumes favoritos e felizmente desdobra-se em imensas receitas! Mais uma vez pensei que ia ter fome.. “o quê? Só uma courgette? Não vou aguentar nem até meio da tarde…”
Afinal aguentei e o prato é uma delícia! Leve e saciante.
O recheio fica suave e é simples de fazer! O maior cuidado reside em retirar a polpa às courgettes sem as partir, caso contrário o recheio pode vazar.
E dá um prato com uma apresentação bem bonita!

       
                    Courgette farcie - Imagem retirada da internet

Jantar: Fast-food Hamburguer
Pode ser uma comida rápida, mas sem o pão e aqueles molhos que encontramos nos restaurantes habituais, uma hambúrguer pode ser saudável, não acham? Carne+ovo+alface+tomate+cebola+fiambre! Todos alimentos permitido! :) E parece mesmo que estamos a comer uma “hambúrguer a sério”. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:20

Dia 9: primeiros efeitos

por Perseide, em 05.06.12

Estou quase a ver os dois números surgirem no calendário!

Hoje é o primeiro dia que posso dizer, com certeza, que noto alterações no meu corpo. Antes ainda me questionava se seria devido ao exercício físico que tenho vindo a fazer…

A verdade é que ao correr pelo menos 3 vezes por semana já ia notando alterações. Mas tudo em câmara lenta.
O corpo torna-se mais firme, perde-se alguma gordurinha localizada… a roupa cai melhor. 
Nunca tive mudanças tão rápidas como nos últimos dias. Por isso, posso dizer sem peso de consciência que sim, está a surtir efeito! 

Além disso esta semana está a custar menos: já não estranho tanto estar a comer sempre alimentos ricos em proteínas. 
Pelo contrário: começo a mentalizar-me que posso passar muito bem sem hidratos de carbono e que tenho a mesma energia de antes! Claro que quando a dieta acabar vou voltar a comer massa (por exemplo, e muitos outros) porque é um prato que gosto. Mas espero moderar muito mais o seu consumo.
Cada vez acho mais importante distinguir entre aquilo que gostamos e aquilo que nos faz bem, o que necessitamos. O sabor doce, para mim, é uma tentação! E não passa de um capricho do meu cérebro… espero que estes 31 dias o ajudem também a acalmar-se.

 

Almoço: Salada de atum
Como procrastinar é muitas vezes a palavra de ordem, fiquei sem os ingredientes da receita de hoje em casa. 
(Fica anotado tentar a proposta mais tarde). 
Encontrei esta receita no dia 20 mas como inclui mação tive de me limitar aos restantes ingredientes.
Recordo que a fruta só entra na 2ª fase da dieta: que começa daqui a 5 dias.
Ao ler a receita fiquei um pouco céptica: pensava que ia ter fome com uma lata de atum e salada!
Mas enganei-me. Atum+iogurte+ovo cozido e companhia... bem, dei por mim a desejar que o prato chegasse ao fim!
A salada é simples, boa, óptimo prato para um SOS. Tive pena da maçã que se costuma conjugar muito bem em saladas.


                 
          Salade de thon, maïs et pomme - Imagem retirada da internet

Jantar
: Paté de requeijão com legumes.

Também tive que adaptar, e pesquei a do dia 10 por falta de ingredientes!
E ainda assim não tinha iogurte! Acho que isso contribuiu para que o paté ficasse com um sabor muito forte, independentemente de ter aumentado as doses de leite e de ervas aromáticas.

E depois aquele queijo com alho e cebola à noite… hum, talvez não seja a melhor opção.
Mas é um jantar light, com certeza!


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:15

Dia 8: uma pitada de desporto

por Perseide, em 04.06.12

Depois de abusar um bocadinho no fim-de-semana, hora de voltar à disciplina!
Já ficou ¼ da dieta para trás e na próxima semana já poderei juntar a (tão querida) fruta e sopa. Eu, que me habituara à fruta, vivo um sacrifício privada dela. Mas é tudo para libertar o açúcar. Aquela frutose toda que lhe dá o gostinho bom não é nada mais nada menos que hidratos de carbono, em forma de açúcar.
Mas afinal a semana passada passou muito rápido, e esta é a última da fase 1.

Almoço: hambúrguer de salsichas de peru, acompanhada de espargos
A receita que vem no livro são ameijoas à bulhão pato com espargos. Como não gosto fui pescar uma receita aos dias seguintes.
Mas o resultado foi pouco satisfatório, para ser sincera.
Piquei as salsichas em pedacinhos, juntei as especiarias e coloquei inclusive numa forma especial para moldar hambúrgueres. Mas ao desenformar na frigideira… eis mil pedacinhos de salsicha por todo o lado.
Acho que falta um ingrediente que permita ligar todos os outros, ou então será culpa das salsichas com pele, que não se deformam bem.
Quanto aos espargos usei dos brancos, de conserva, porque andavam por aqui à espera de ser gastos. Para a próxima tenho mesmo de provar dos frescos! Têm um ar muito mais apetitoso.

Jantar: omelete com fiambre de perú e queijo
Devia ser feita com salmão fumado… e vontade não faltou. Mas como não tinha em casa e com esta conversa toda à volta da crise há que inovar e aproveitar o que há na despensa.
Acompanhei com salada de alface e fiquei bem satisfeita!

                       


Agora que passaram os efeitos dos primeiros dias voltei à minha rotina: correr 30minutos.
Com o sol de fim-de-tarde e uma boa selecção de músicas no mp3...é uma maravilha!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:26

Dia 7: o primeiro Dia da Asneira

por Perseide, em 03.06.12

Ei-lo finalmente! "O" Dia da Asneira!
Na verdade começei a prevaricar no jantar da véspera, por isso hoje, à hora do jantar, já estava de regresso às regras. No entanto soube muito bem ter parte de um dia para matar saudades das pequenas privações!

Almoço: Massa com salsichas de peru e paio.
Juntei a massa cozida às salsichas e paio aos bocadinhos numa frigideira. Depois adicionei um bocadinho de queijo Philadelphia magro e um de parmesão ralado.
Estava com vontade de uma pizza ou uma massa à carbonara mas não tinha ingredientes suficientes para nenhuma delas e consegui matar as saudades da massa com este prato!
No fim, não ficou tão calórico como a carbonara! Pelo menos não levou natas nem carne de porco. Por isso até me sinto de consicencia tranquila e apetite saciado. :)
Claro que no fim comi uns moranguinhos e ainda uma fatia de bolo de maçã e canela caseiro! Que delícia.

Jantar: Peixe-gato com courgette.
Como o dia 7 não tem receitas no livro e no dia 6 o jantar é sashimi – e eu não confio em peixe cru – aproveitei o que existia no frigorífico para preparar um jantar com alimentos permitidos.
Mas não resisti a uma colher de sopinha de legumes... foi uma transgressão mas estava cheia de saudades e não tive oportunidade antes. Além disso fiz exercício e achei que podia abusar um bocadinho. Atenção, comi a sopa, mas tive o cuidado de separar as cenouras! Porque essas sim, têm hidratos de carbono! 



E ao fim de uma semana, que evolução noto?
Vou resistir à tentação de me pesar, como é aconselhado. Se subir à balança e não vir o ponteiro descer com certeza desanimo para continuar mais uma semana!
Sinceramente, parece-me que noto uma ligeira diferença na roupa, mas por outro lado também penso que pode ser ilusão minha...
Resolvi fazer o meu "teste da saia". Tenho uma saia tamanho 36 que não visto há 10 anos! Há dois anos não a conseguia vestir, há um ano não a conseguia apertar... Mas guardei-a sempre com esperança de a voltar a vestir.. por isso acho que faz parte dos objectivos a atingir com esta dieta. 
Portanto, vesti a saia a e parece-me que está mais folgada! Continuo a não sair com ela à rua, mas pelo menos aperto um 36, coisa impossível há um ano!

Além disso parece-me que vejo os meus músculos mais definidos. Faço ginástica localizada há cerca de um ano, mas apesar de sentir os músculos mais tonificados, fortes, não notava muitas diferenças no aspecto corporal.
É simples... com uma camada adiposa por cima, nem o músculo mais tonificado de todos se vai ver. Daí o problema dos abdominais...
Começo a ver uns contornos. Dupla satisfação! :)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:27

Dia 6: o pré-asneiras

por Perseide, em 03.06.12

Hoje é um dia especial na dieta!
Tendo um aniversário, e porque há alguma flexibilidade no chamado “Dia da Asneira”, resolvi antecipar aquelas 24h de liberdade para a hora do jantar. A verdade é que durante o dia ia contando as horas para começar as asneiras!
Como comecei parei a dieta no jantar de sábado, o jantar de domingo terá de ser, de novo, dentro das regras.

Almoço: Almôndegas de queijo acompanhadas com esparregado de espinafres.
Foi a primeira vez que me aventurei com almôndegas. Ficaram um bocadinho secas, mas bem saborosas! Para a próxima tenho de me lembrar de as deixar cozinhar menos tempo.
O esparregado de espinafres foi feito com um iogurte! No entanto ficou com um sabor levemente ácido. Acho que a culpa é dos iogurtes magros que nunca são tão cremosos nem saborosos e deixaram aquele sabor esquisito. Para a próxima tento com um iogurte natural normal.


Jantar: arroz de marisco! :)
Sendo um aniversário abusei um bocadinho: entrada, prato principal, sobremesa e bolo! Mas como a festa se prolongou até tarde e incluiu dança quero acreditar que ainda gastei um bocadinho das calorias ingeridas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:22

Pág. 2/2



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisa

Pesquisar no Blog  

calendário

Junho 2012

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930




Arquivos

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D