Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mens sana in corpore sano

por Perseide, em 15.05.12

Sou uma jovem, na casa dos 20, e o meu objectivo é perder entre 2 a 5 kilos. A dieta promete um mínimo de 3, por isso começo bem motivada!

Não sou uma pessoa gorda, e para uma breve análise:
Índice de Massa Corporal: 22,9.
Altura: 1,62
Peso: 60kg.
E para manter um corpo proporcional o mínimo que devo pesar são 55kg. Este facto já o tinha debatido com uma nutricionista há vários anos atrás. Mas desisti do programa que fiz na época passado pouco mais de uma semana.

Tal como a Ágata Roquette, que é nutricionista e criou esta dieta, a minha formação também é na área da saúde, por isso analisei o que ela nos propõe e conclui que sim, esta seria uma dieta que merecia ser levada a cabo.

Seguindo algumas linhas de famosas dietas com redução das quantidades de hidratos de carbono ingeridos – como a dieta americana do Dr. Atkins ou a francesa do Dr. Dukan – não é aplicável a todas as pessoas, mas as consequências nefastas para indivíduos saudáveis, arrisco a dizer, são mínimas. Isto claro quando seguida por um curto período de tempo.
E um mês passa tão rápido!

Não me quero extender, mas acho pertinente deixar uns pontos essenciais:

-> “Mens sana in corpore sano” diziam os romanos. (Mente sã em corpo são).
Magreza e gordura - os extremos, nenhum deles é desejável. Há que procurar o equilíbrio.
E não olhar só à questão estética! Qualquer um destes extremo nos traz malefícios para a nossa saúde; e saúde é bem-estar.
 
-> Não há milagres.
Para emagrecer há que ter em conta o balance energético. O saldo de energia tem de ser negativo para o nosso corpo queimar as reservas. = comer menos do que se gasta/gastar mais do que se come.


-> Autodisciplina.
É o segredo para levar uma vida correcta, e aplica-se a tudo, principalmente numa dieta! E isso requer…

-> Motivação!
Qualquer sacrifício (e neste caso vamos sacrificar os hidratos que carbono a que estamos tão habituados) necessita uma extra-dose de motivação.  Não aconselho ninguém a lançar-se nisso sem que esta o acompanhe porque será muito mais difícil e pode levar a que desista a pouco tempo de começar.
Visualize o objectivo que quer, como isso o fará sentir, inspire-se num modelo…. Mas encontre uma fonte que lhe permita ir buscar força para cada um dos 31 dias que se seguem.

Não crie uma obsessão com o peso, mas estabeleça um objectivo a ser atingido se acha que beneficiará com uma redução dos quilinhos acumulados. Não acha que é hora de se sentir melhor consigo? Melhor na sua pele?

A minha motivação é encontrar o meu corpo, o meu peso ideal, manter-me saudável e poder assim dar o exemplo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:28

Baby steps

por Perseide, em 15.05.12

Nunca pensei começar um blog sobre dieta.

Quando deixei a blogosfera, há 5 anos, este não era um tema que fizesse parte das minhas reflexões, ou que visse, sequer, interesse em partilhar com terceiros.
Encontrava por vezes blogs com sequências temporais que iam mostrando os kilos perdidos pelos autores, onde se motivavam e iam explicando os seus progressos… mas não me cativavam, nem tratavam um assunto que me interessasse no momento.

A vontade de escrever sobre este tema surgiu agora, ao iniciar a “Dieta dos 31 dias”.

A primeira referência que ouvi a esta dieta foi na televisão. Achei-a interessante, mais tarde deparei-me com o livro e, munida de uma força de vontade de mudar, resolvi lançar-me neste desafio!

Para quem não ouviu falar, esta dieta foi criada por Ágata Roquette, uma nutricionista que exerce no Estoril e que promete reduzir entre 2-5kg num mês no caso de mulheres e 5-8kg no caso de homens.
Trata-se de um regime hiperproteico, com grande redução dos hidratos de carbono e que Ágata garante que conseguimos levar a cabo sem sentir fome! (Ao contrário de muitas dietas restrictivas...)
O livro, além de explicar como funciona o regime, está escrito com um discurso bastante motivador e inclui para cada dia tudo o que devemos comer e além disso as receitas!
Eu, que adoro cozinhar, fiquei fascinada. Comprei-o logo!

Não conheço a autora nem tenho nenhum interesse na promoção da dieta. Mas, uma vez começada, procurei mais informação online sobre o tema e a verdade é que não encontrei uma grande ajuda adaptada a nós, portugueses.
Por isso vou tentar contribuir com o meu testemunho crítico destes 31 dias.


Vamos lá!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:33

Visitas



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisa

Pesquisar no Blog  

calendário

Maio 2012

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031




Arquivos

  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2012
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D